O 2.º Encontro da Associação Portuguesa de Casas-Museu tem lugar no dia 22 de abril em S. Mamede de Infesta, num evento onde se destaca o alargamento a três novos elementos pertencentes à cidade do Porto, e o debate sobre a programação cultural nestes espaços museológicos.

A APCM – Associação Portuguesa de Casas-Museu realiza o seu 2.º Encontro no dia 22 de abril, na Casa Museu Abel Salazar, em S. Mamede de Infesta. Sob o tema “Programação Cultural em Casas-Museu”, a iniciativa é aberta ao público e vai juntar vários especialistas sobre esta temática, procurando partilhar experiências e apresentar estratégias de divulgação e animação nestes espaços museológicos. "Em louvor do mexerico. O poder da(s) narrativa(s) nas Casas-Museu", "Mediar pessoas na casa da Pessoa - Contributos para uma programação de proximidade" e “Gostos que dividem (e se gratificam) em utopias de receção imprevistas: projetos curatoriais em Casas Museu” são as palestras a que o público pode assistir, assim como uma visita guiada à Casa-Museu Abel Salazar.

Durante o 2.º Encontro, há que destacar a cerimónia de formalização da adesão à APCM das três casas-museu tuteladas pela Câmara Municipal do Porto: Casa-Museu Guerra Junqueiro, Casa-Museu Marta Ortigão Sampaio e Casa-Oficina António Carneiro. Com estas integrações, passam a ser 12 as Casas Museu a integrarem a APCM: Casa dos Patudos - Museu de Alpiarça, Casa-Museu Abel Salazar (S. Mamede de Infesta), Casa-Museu Bissaya Barreto (Coimbra), Casa-Museu Eça de Queirós (Santa Cruz do Douro), Casa-Museu Egas Moniz (Avanca), Casa-Museu Fernando Namora (Condeixa-a-Nova), Casa-Museu Guerra Junqueiro (Porto), Casa-Museu João de Deus (Lisboa), Casa-Museu Marta Ortigão Sampaio (Porto), Casa-Museu Medeiros e Almeida (Lisboa), Casa-Museu Passos Canavarro (Santarém) e Casa-Oficina António Carneiro (Porto).
A APCM é uma associação sem fins lucrativos criada em 2012 com os objetivos de favorecer a cooperação entre as diversas Casas-Museu através da promoção do conhecimento mútuo, da troca de informações e da partilha de experiência adquirida, e reunir esforços para assegurar mais visibilidade e representação a nível nacional e internacional. A Casa Museu Bissaya Barreto, Coimbra, tutelada pela Fundação Bissaya Barreto, é também a Sede da Associação Portuguesa de Casas Museu-APCM.